30.6.05

Meia hora

De uma hora para outra ele resolveu. Andava deprimido pelas dívidas, por ter se dado conta de que o excesso de cerveja não preeenche determinados vazios, pelo fato de não prover a casa de maneira convencional - não mais. Ensimesmado como andava, imerso em pensamentos circulares e cumulativos, daqueles que aumentam a paranóia de maneira rápida e gradativa, se levantou, tomou um banho, ligou para um amigo e abriu o guarda roupa. O roupeiro ficava no quarto que era seu, no qual dormia com ela - sempre com a tv muda ligada - antes do tudo-que-aconteceu. Agora descansava no quarto da pequena, a filha, de quem três dias antes se queixou de nunca ter recebido um abraço. Puxando pela memória, tal imagem não surge mesmo de imediato. Mas não única e exclusivamente por dificuldade dela. A família era orgulhosa, tinha problemas com sentimentalismos. Do guarda-roupa tirou grande parte de suas vestes. Camisas, regatas, bermudas, calças, cintos, cuecas e meias. Do banheiro levou desodorante e perfume. Alocou tudo numa mala. Fechou o zíper. E despercebido até então, surgiu entre a sala e a cozinha para esperar o amigo, que não demorou a chegar. Abriu a porta. Andou sem dizer nada. Voltou. Olhou para a esposa, a filha, e o vazio do que dizer. Disparou: "Essa casa não precisa mais de marido ou pai". Deu as costas. Levou a bagagem até o elevador. Tentou voltar, mas o orgulho era tanto que só conseguiu soltar as palavras do hall. "Resolva a dívida do agiota na sexta-feira", não dizendo com que dinheiro. Sim, porque não havia dinheiro. Não havia mais o que dizer. Não havia o impacto da surpresa. Simplesmente aconteceu. E pronto.

Impassível, a mulher fechou a porta. Chorou três lágrimas. Comunicou ao filho desatento, lamentou com a vizinha, que assegurou que homem só servia pra cama, chorou mais três lágrimas e respirou. A família havia se fragmentado no espaço de meia hora.

3 Comments:

Anonymous Débora Monizze Settanni said...

Percebi que você possui características próprias de sua escrita... Há alguém em quem você se inspire? Desculpe minha intromissão em sua vida... Primeiro no orkut e agora em seu blog mas, se me permite dizer isso, é impossível saber algo, por mínimo que seja, sobre você e manter-se impassível, sem que nasça um interesse por saber mais e mais.
Meu caro, é isso o que a vida nos faz... Três lágrimas... Três lágrimas...

1:13 AM  
Blogger freefun0616 said...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

4:46 AM  
Anonymous Anônimo said...

Wοω, awesоme blog laуout!
How long have уou been blogging fοr?

you make blogging looκ eaѕy.
Тhe overall loоk of your wеb site is еxcellent, aѕ well as the cоntent!


Have а looκ at my web-sitе - v2 cigs Review

6:30 AM  

Postar um comentário

<< Home